Notícias



Justiça acata pedido dos vereadores Tiago e Dr. Hernando e determina a retirada imediata do túnel de desinfecção

Visualize fotos

A Juíza Liliana Regina de Araújo Heidorn Abdala acatou pedido do Ministério Público da Comarca de Boituva e determinou a “imediata retirada” do chamado “túnel de desinfecção” que segundo divulgação da Prefeitura, elimina o coronavírus SARS-CoV-2 das superfícies da pele e das roupas.

O pedido feito ao Ministério Público pelos vereadores Tiago Castro e Dr. Hernando foi acatado pela Juíza de Direito após recomendação do Ministério Público.

Para o Ministério Público, o dispositivo cria uma “falsa impressão de segurança”, podendo “acarretar o relaxamento das medidas eficazes contra a disseminação do vírus”.

“Caso assim fosse, certo é que tal solução já seria mundialmente utilizada. Ao contrário, o que se verifica é que tal alegação é refutada por diversos órgãos e entidades técnico/científicas sobre a matéria” — diz o Ministério Público.

Pela sentença, a Prefeitura Municipal de Boituva terá que remover de imediato o “túnel de desinfecção”, sob pena de pagar multa diária de R$ 5 mil.




Fique por dentro

Outras Notícias